Scroll Top

Candidíase – Definição, causas, sintomas e tratamento

candidíase-definição-sintomas-causas e tratamento

Sintomas da candidíase

A candidíase (também conhecida como Monoliase Genital) é uma infecção causada por fungos, geralmente pelo fungo Candida Albicans, que aparece com mais na boca e na região genital de homens e mulheres.

 

A Candida Albicans pode ainda aparecer no intestino,desenvolvendo a candidíase sistêmica, ou ainda afetar bebês recém ­nascidos durante o parto, podendo se apresentar em qualquer região da pele do bebê, o que mostra que não se deve ter tanto tabu em torno da candidíase, uma vez que ela não é apenas uma Doença Sexualmente Transmissível (DST).

 

Confira abaixo mais sobre a candidíase, uma doença tão comum e que pode ser detectada e curada de forma fácil.

 

Sintomas da candidíase: como saber se eu tenho?

 

A candidíase é uma doença de fácil detecção, uma vez que possui diversos e específicos sintomas facilmente reconhecíveis.

 

● Na boca aparecem placas cremosas esbranquiçadas que promovem dor e desconforto, muitas vezes limitando a ingestão de alimentos, pois podem atingir a garganta, por causa do fungo Candida Albicans.

 

● Nos órgãos genitais femininos, a candidíase feminina se apresenta com coceiras e vermelhidão na parte externa do órgão, dor e ardência ao urinar, dor durante a relação sexual e corrimento branco espesso.

 

● Nos órgãos genitais masculinos, a candidíase masculina apresenta assadura na glande, inchaço no pênis, dor e ardência ao urinar e dor durante a relação sexual.

 

● Já a candidíase intestinal é detectada por meio da observação de resíduos esbranquiçados nas fezes.

 

Por isso, se você está com suspeita de candidíase, não deixe de observar a si mesmo e ao seu organismo e de consultar um médico assim que possível. Coceira e ardência nas partes genitais são fatores determinantes para o diagnóstico da candida.

 

Causas: por que estou com candidíase?

 

A candidíase aparece frequentemente em pessoas que possuem o sistema imunológico debilitado, seja por diabetes, alterações hormonais (menopausa, etc.) infecção por HPV, má higiene íntima ou uso prolongado de antibióticos.

 

Ela pode ainda se desenvolver pelo excesso de estrogênio no organismo feminino, que costuma acontecer por causa das pílulas anticoncepcionais com alto teor do hormônio, gerando a candidíase feminina.

 

Quando a doença é adquirida em decorrência de relações sexuais sem o uso de preservativos, ela é considerada uma DST – Doença Sexualmente Transmissível.

 

 

Diagnóstico e tratamento da candidíase.

 

 

A candidíase é facilmente diagnosticada durante o exame clínico.

 

O paciente relata os sintomas que lhe afligem em função da candidíase e o médico rapidamente detecta a característica da doença.

 

Nos casos em que os sintomas não são aparentes, é possível realizar um exame de Papanicolau para confirmar se a paciente possui candidíase.

 

Remédios e uma dieta que não contenha açúcares, carboidratos e amidos são bastante eficazes no combate à candidíase.

 

Para pessoas que possuem o sistema imunológico comprometido, o suplemento de vitaminas A e D é recomendado para que haja uma melhoria nas defesas do organismo contra o fungo.

 

 

Candidíase tem cura?

 

 

A candidíase tem cura, sim, mas apenas se o paciente seguir à risca as recomendações do médico.

 

No entanto, é preciso verificar a recorrência da doença de tempos em tempos.

 

Caso o paciente verifique mais de três episódios da infecção num período de 12 meses, é recomendável que se procure um especialista para verificar a fundo o porquê da frequência das infecções.

 

candidiase

 

 

Prevenir é o melhor remédio: como ficar longe da candidíase

 

A prevenção da doença da candidíase pode ser feita por meio de medidas variadas e bem simples como iremos mostrar em seguida para você.

 

Higienize-se.

 

O primeiro cuidado essencial para que fungos como a Candida Albicans, fungo causador da candidíase, não colonizem e levem a problemas em sua região genital é a higiene íntima, que deve ser feita somente com o uso de água e sabão neutro, sem mais nada, para evitar alergias e quedas de imunidade.

 

Use preservativo.

 

No que diz respeito às relações sexuais, o uso de preservativos para ficar longe do fungo causador da candidíase, especialmente se o parceiro estiver assintomático (não apresentar os sintomas comuns à doença) é essencial para não ser infectado.

 

Atenção aos banheiros públicos.

 

Também é possível infectar-se utilizando banheiros públicos, especialmente no caso das mulheres.

 

Por isso, busque não sentar ou proteger a região do vaso com papel higiênico.

 

Lave sempre as mãos quando terminar.

 

 

Escolha bem as roupas.

 

As roupas também podem ser auxiliares na prevenção deste tipo de problema, sendo o ideal usar roupas íntimas apenas de algodão e com dimensões um pouco maiores, para garantir uma boa ventilação da região genital.

 

Evitar usar roupas íntimas muito pequenas, justas ou no formato tipo fio ­dental é imprescindível para que não ocorra a falta de arejamento nesta região do corpo, que poderia levar ao surgimento de fungos e bactérias na região, sendo um deles o da Candida.

 

Com relação às calças e shorts, é preciso ainda variar o seu uso, evitar colocar de forma frequente roupas muito justas ou grossas, as quais podem levar a problemas de ventilação na região genital, sendo que, neste caso, roupas com formatos mais folgados, de tecidos mais leves, bem como saias e vestidos para as mulheres, são ideais para se prevenir contra as infecções fúngicas.

 

 

Deixe a região respirar.

 

Além disso, é uma ótima medida preventiva dormir sem a presença de roupas íntimas, que auxilia tanto homens quanto mulheres a manter o pH e higiene dessa região do corpo, impedindo o surgimento de micro ­organismos causadores de doenças.

 

Para evitar o surgimento e recorrência da Candida, não consumir de forma prolongada medicamentos como os antibióticos e laxantes, por exemplo, é importante, já queles podem causar alterações na flora intestinal do organismo.

 

A alimentação é outro fator que pode ajudar muito na prevenção de patologias como a candidíase, sendo preciso uma dieta mais equilibrada rica em frutas, verduras, legumes e cereais integrais.

 

Com relação a este assunto é necessário evitar o consumo de alimentos que contenham muito açúcar – que é o principal alimento da Candida albicans – como carboidratos simples, doces e sobremesas.

 

Reduzir ao máximo o consumo de alimentos que contenham leite e glúten que podem levar a processos inflamatórios, os quais irão facilitar o crescimento de bactérias variadas nos mais variados locais do organismo.

 

 

Tratamento natural para a doença

 

Com todas estas dicas e orientações de como prevenir a candidíase, é possível perceber que existem diversos aspectos que precisam ser considerados, mas existem possibilidades de conseguir se proteger de forma prática e rápida por meio de produtos naturais e interessantes como os contidos no e-­book Tratamento Natural Para Candidíase.

 

Neste material, feito por profissionais do ramo da medicina e nutrição, é possível, com 5 passos comprovados de forma científica, eliminar ­ tanto em homens como em mulheres ­ o problema de infecções fúngicas como a Candida ou candidíase, que pode ser candidíase masculina ou candidíase feminina.

 

Para isso, são oferecidas informações relevantes sobre como eliminar todo tipo de problema que possa levar a infecções causadas por fungos e bactérias (entre elas a candidíase) e ter alívio completo dos sintomas deste tipo de doença, assim como conseguir eliminá-­las definitivamente do seu organismo.

 

E tudo isto é feito de maneira completa, proporcionando um bem­-estar geral e melhoria de sua qualidade de vida, pois não serão mais utilizados remédios, cremes, pomadas e similares.

 

Dentre os principais benefícios que este sistema criado proporciona a quem o utiliza estão:

 

● Ficar livre do desconforto das infecções fúngicas de forma permanente;

● O fim dos desconfortos digestivos e alergias alimentares;

● Mais leveza e energia, ausência de enxaqueca, bem como de dores nas articulações;

Conheça o programa e veja se suas informações de cura comprovadas e testadas serão valiosas para você também. Click Aqui e confira.

 

Assim, a candida é um problema muito comum que pode ter consequências sérias se não tratado, indicando que algo de errado está ocorrendo no corpo, mas que, com os passos e regras adequadas, pode ser contornado de maneira definitiva, garantindo a saúde e a qualidade de vida tão desejada.

 

Acha que poderia ser acrescentado mais alguma informação a esta postagem?

Ou respondeu a pergunta que estava buscando?

Gostaria de sugerir algo que deveria ser acrescentado?

Deixe um comentário abaixo, deixe-me saber o que achou.

 

Candida albicans – Candidíase que tanto incomoda as mulheres

 

loading...

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

7 Comentários

  1. fabio gonçalves da silva disse:

    eu fui procurar um serviso de saude pra tratar uma posiveu cadedise e min deparei com uma proficional (cepodechamar de proficional)uma pesoa que dice que a principal causa da contrçao da cadedise e a relasao sexoal eu tive dificudades pra esplicar pra minha esposa que eu nuca atrai veja bem a cituaçao por eu ser muinto curioso e pesquisar bastante coisas aponto de comprar livros de medicina pra esclecimostos e atemesmo prevensao ce nao foce desa forma eu poria desconfiar de que eu pudese ter cido traido e poderia ter causado uma trajedia ce eu nuca trai e esa doesa socontrai etraves da relaso sexoal eu fuitraido seria a esplicaso mai obvia serto comclusao estou fasendo tratamento de pesquisa de diabetes minha esposa tem desturbio ormonais menstruasao desrregulada chegando aficar 15 dias menstruada jafes tratamento tomol ormonio temo uma vida sexoal ativa enclusive com sexo oral com muinta bfrequencia e muintas outras coisa que diante da pesquisa que fis mostra que facilita a contrasao prara a doensa porfavor mande um emeio pra min ajudar esclareser com a minha esposa e atemesmo notratamnto

  2. joice disse:

    To com candidiase.jyqual remedio devo tomar?

    • adminsublimesaude disse:

      Boa tarde Joice.
      Candidíase é fácil de ser curada se procurar um bom médico ginecologista e seguir a risca suas orientações. Fique atenta para os cuidados de higiene íntima a fim de evitar a recidiva da doença.
      Abraço.
      Renato.

  3. Aline disse:

    me livrei da candidiase com a cura de limão.Livrei-me de varias infecções!!Realmente valeu a pena,descobri o poder do limão!!Mas tem q ter cautela e se alimentar bem,tomar muita agua pra nao causar dano renal.

  4. Antonio disse:

    A ignorância do povo brasileiro, é algo altamente preocupante. Somente 30% tem uma certa instrução; 70% está sem educação e outras coisas mais.
    Ainda bem, que existem sites importantes/esclarecedores como o de vocês.
    Parabéns !!!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.