Scroll Top

Como Corrigir o Estrabismo Em 3 Possibilidades

estrabismo

Estrabismo

 

Você sabia que 5 % da população sofre de estrabismo e que essa alteração da visão é considerada um dos maiores fatores de constrangimento por alterações na face.?

O estrabismo atinge mais crianças em idade pré-escolar, mas adultos também podem sofrer desse problema.

Essa alteração da visão principalmente nas crianças pode levar a sérios problemas referentes aos constrangimentos e preconceitos diários.

Um problema que pode afetar o comportamento social da criança ou do adulto.

Mas o estrabismo tem solução?

É necessário cirurgia?

Essas e outras perguntas é que pretendo responder aqui neste post.

Vou procurar passar informações precisas e simples para que você possa se informar mais a respeito do referido assunto.

A esotropia infantil, onde o olho se volta para dentro, é um tipo comum em crianças.

As crianças pequenas com esotropia não podem usar seus olhos em conjunto.

A esotropia acomodativa é a forma mais comum de esotropia que ocorre em crianças geralmente de 2 anos ou mais.

Neste tipo de estrabismo, quando a criança concentra os olhos para ver claramente, os olhos se voltam para dentro.

Esta travessia pode ocorrer quando se concentrar em uma distância, de perto ou de ambos.

 

 

O estrabismo e suas causas

 

Na visão normal, ambos os olhos miram no mesmo local.

O cérebro combina então as duas imagens em uma única imagem, tridimensional.

Esta imagem tridimensional nos dá a percepção de profundidade.

Quando um olho está fora de alinhamento, duas imagens diferentes são enviadas ao cérebro.

Em uma criança, o cérebro aprende a ignorar a imagem do olho desalinhado e vê apenas a imagem do olho reto.

A criança, então, perde a percepção de profundidade.

O estrabismo é um problema visual em que os olhos não estão alinhados adequadamente e apontam para diferentes direções.

Um olho pode olhar para frente enquanto o outro olho se volta para dentro, para fora, para cima ou para baixo.

A virada do olho pode ser consistente, ou pode ir e vir.

 

 

Causas do estrabismo.

 

Ainda não se sabe realmente o que pode ser a principal causa desse problema.

Na maioria das vezes, sabe-se que os desvios oculares podem ter causa genética.

No entanto, pode surgir em indivíduos que não apresentam histórico familiar do desvio.

Hipermetropia exacerbada pode ser uma das causas.

Como os movimentos oculares são comandados pelo cérebro, indivíduos com problemas neurológicos frequentemente apresentam estrabismo.

Assim, o estrabismo é especialmente comum entre crianças com distúrbios que podem afetar o cérebro, tais como:

  • Paralisia cerebral,
  • síndrome de Down,
  • hidrocefalia,
  • tumores cerebrais,
  • prematuridade.

 

3 formas de corrigir

Os tratamentos para corrigir têm por finalidade endireitar os olhos e restaurar a visão binocular (visão dos dois olhos em conjunto).

Existem 3 formas de corrigir, que são as seguintes:

  • Correção por meio dos óculos: no caso da esotropia acomodativa, o uso de óculos com lentes apropriadas podem reduzir o esforço de focalização e muitas vezes endireitar os olhos. Às vezes, óculos bifocais são necessários para o trabalho de perto.
  • Correção por meio da oclusão do olho dominante: neste caso é colocado um tampão no olho que não apresenta desvio ou que apresenta em menor grau. Essa técnica faz com que a pessoa tenha que enxergar com o olho desalinhado. A recomendação do uso do tampão pode ser de três a seis horas por dia quanto para o dia todo. Isso vai depender do grau do desalinhamento ocular.
  • Correção por meio cirúrgico: essa opção deve ser a última a ser tomada, pois o mais indicado é tentar os outros métodos de correção. Quando o desalinhamento for muito elevado, só a cirurgia pode fazer tal correção.

 

O procedimento cirúrgico.

A cirurgia para corrigir o estrabismo é feita através de pequenas aberturas na membrana que cobre o olho permitindo o acesso aos músculos localizados abaixo dela.

É uma cirurgia simples, e o risco é o mesmo para qualquer tipo de cirurgia.

 

 

Com que idade corrigir?

A correção do desvio dos olhos pode ser feita em qualquer idade através de cirurgia.

Mas o desenvolvimento funcional do olho torto não é possível quando se tem uma procura tardia pelo tratamento.

Portanto o quanto mais rápido for o diagnóstico, mais eficaz será o tratamento.

Se você perceber que seu filho apresenta um leve desvio de um olho para o outro, não pense que é normal.

Leve seu filho ao oftalmologista.

Quanto mais cedo o desvio for descoberto mais chances de se fazer a correção com os métodos menos invasivos (óculos ou oclusão do olho dominante).

 

Uma 4ª possibilidade eficaz de correção.

Existe uma outra possibilidade de correção que vem se tornando a mais buscada por centenas de pessoas. Centenas que se tornarão milhares num curto espaço de tempo.

Uma possibilidade baseada em exercícios que fortalecem os músculos oculares.

Um método que dispensa uso de óculos, lentes e medicamentos.

Um método que valerá seu tempo gasto para conhecer e que, sem sombra de dúvidas, irá te surpreender.

Click Aqui para conhecer!

Eu não vou te dizer que este incrível método vai trazer grandes benefícios e mais resultados para sua visão, pois no momento em que você colocar eles em prática já vai perceber isso.

 

Se você gostou das dicas e informações sobre descubra 3 formas de corrigir o estrabismo, compartilhadas neste post, considere compartilhá-lo com seus amigos. Não se esqueça de deixar seu comentário, pois ele é muito importante para a continuidade das publicações!

 

 

loading...

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. jagner eberte alves disse:

    Após cirurgia de estrabismo que fiz.Minha pupila direita passou a ser dilatada e o olho.E visível mente se via que o olho esquerdo que tinha pupila fora do centro .

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.