Scroll Top

Diversos Tipos De Cirurgias Mamárias e Suas Possíveis Complicações

mastectomia1 (FILEminimizer)

Em contrapartida aos aumentos mamários naturais, que buscam incrementar o tamanho dos seios em sintonia com um trabalho equilibrado e não prejudicial ao corpo, encontramos o aumento peitoral, a mamoplastia de aumento, que melhora a forma do corpo de uma mulher conforme as proporções de seus seios. Também podem ser aproveitadas para reparar a perda de volume dos seios após gravidez ou para solucionar desequilíbrios ou assimetrias nas proporções dos seios. È igualmente visto como um método de reconstrução após outras cirurgias.

O procedimento é praticado de forma ambulatória. Um implante se situa por meio de uma incisão debaixo do tecido do seio ou debaixo do músculo peitoral. Esta incisão cirúrgica pode ser praticada por baixo do seio, ao redor do mamilo ou na axila. Em geral toma de duas a três horas a finalizar o procedimento completo. Um implante de seio se compõe de uma carcaça exterior que se enche com solução salina (água salada) ou gel de silicone. A superfície externa pode ser lisa ou texturizada, e os implantes surgem em uma grande quantidade de tamanhos e formas para ajustar as preferências específicas de cada mulher.

A Administração de Alimentos e Drogas dos Estados Unidos (USFDA) apoiou o uso tanto de solução salina como de gel de silicone para os implantes de aumento mamário.

A investigação demonstrou que os implantes não aumentam as possibilidades de sofrer doenças e moléstias nos peitos. A taxa de descobrimento de câncer de seio não se vê afetada se combinada às técnicas de mamografia e exame físico nos seios.

Com base nos presentes estudos testados, os implantes deveriam durar por anos. No entanto, visto que não existe ainda um implante de seios que tenha sido usado por toda uma vida, é impossível dar uma afirmação definitiva a esse respeito.

Como em qualquer procedimento cirúrgico, verá que existem diversos problemas inerentes. Pode aparecer irregularidade geométrica ou engrossamento dos tecidos cicatriciais, podendo isso requerer de procedimentos cirúrgicos adicionais para reparar estas dificuldades.

Em situações de hemorragias é possível requerer a eliminação do implante para controlar o sangrado. As infecções são o fator mais sério na cirurgia de aumento de busto.

Se ocorrer uma infecção, apenas os antibióticos não lograrão eliminar a infecção a menos que se retire o implante. Logo será necessário deixar fora o implante por um lapso de 3 meses, antes que seja considerado seguro voltar a colocar. A ameaça de infecções é menor a 0,5%. Em geral, as infecções se restringem ao período de pós-operatório recente, mas a infecção pode aparecer muito depois; por sorte o implante pode ser removido normalmente, e com sucesso substituído mais tarde, quando a infecção tenha sido totalmente controlada e resolvida.

Podem ocorrer mudanças sensoriais, resultando em adormecimento, incomodo e mesmo que estes sintomas não sejam duradouros nem críticos por regra geral, podem ser em determinadas situações. As mudanças sensoriais temporais usualmente e em geral duram de dois a seis meses. Não existem estudos que indiquem que os implantes obstaculizem a lactação.

Contratura de encapsulamento: Existe uma cápsula natural de tecidos que se desenvolve ao redor da prótese e, às vezes, pode endurecer ou contrair, criando uma firmeza pouco natural ou um contorno muito definido nos seios. Esta condição é conhecida como “encapsulamento”, e é uma complicação pouco frequente cujo risco poderia ser minimizado mediante exercícios rotineiros. Se por acaso sucede uma contratura de encapsulamento é possível que se requeira uma capsulectomía aberta ou fechada.

Rugas: Pode ver ou ter rugas ou irregularidades na pele do implante; tal é um possível problema que pode acontecer a prótese mamária. O risco extra das rugas depende do bom estado e posição do enchimento com solução salina. O problema reside principalmente no posicionamento do implante cheio com solução salina; se for debaixo do tecido muscular poderá ajudar na diminuição da formação destas rugas. Isto pode suceder em especial em pessoas com pouco tecido mamário.

Ao escolher as medidas da prótese, a decisão deverá ser tomada em conjunto pelo paciente e pelo médico antes da cirurgia. Finalmente, a escolha das medidas da prótese se fará pelo paciente, que deverá reconhecer os benefícios de uma escolha sensata. A contratura capsular e as rugas são muito mais frequentes em implantes de maiores tamanhos. O adormecimento pós-operatório e as caídas a longo prazo são muito mais frequentes quando escolhem prótese de maiores tamanhos também. A forma de seus seios aumentados dependerá das dimensões e formas de seus implantes, juntamente com a aparência que seu peito tinha antes da cirurgia. O mesmo tamanho e forma exatas em um implante podem ser diferentes em pacientes distintas. Por essa razão, uma mulher deve ter a mente aberta quando escolher um implante e olhar a outras razões para além do facto de ficar bem em mais alguém.

Normalmente, o busto recobre ao músculo na parede do peito, chamado músculo peitoral. Os implantes de seios podem ser inseridos por cima ou por debaixo desse músculo. Quando os implantes são colocados por debaixo do músculo, se conhece a isso geralmente como colocação intramuscular ou colocação sub peitoral. Quando a prótese é colocada por cima do músculo, se conhece como colocação sub glandular ou colocação submamária, significando que está por debaixo da glândula mamária. Uma vantagem considerável da localização sub muscular é que pode permitir mais facilidade de obter mamografias. Diz-se geralmente que existem muitas menores fusibilidades de não encontrar uma lesão na mamografia quando o implante está por debaixo do músculo. O músculo peitoral tende a manter o implante contra a parede peitoral quando se executa a mamografia. Outro benefício da localização sub muscular é que o implante se coloca inteiramente por debaixo do tecido mamário, reduzindo o risco de interferências com a funcionalidade mamária.

Também pensamos que os implantes sub musculares são menos propensos a desenvolver firmezas (contratura capsular). Isto pode ser consequência da pressão ou da massagem interna do músculo por todo o implante, e seu consequente tecido cicatricial (cápsula). Mesmo que este benefício não haja sido verificado definitivamente, se observa que as pacientes apresentam muitas menos contraturas capsulares quando seus implantes são colocados por debaixo do músculo.

Os contras da localização sub muscular do implante é que leva uma recuperação mais dolorosa que a da localização sub glandular, assim como possui maior tempo de cura. Este incômodo é geralmente mais longo para os implantes submamários.

A dor mais aguda dura uma semana, em média. O uso exagerado dos braços e dos músculos peitorais podem causar que os implantes sub musculares “se elevem” (se movam para cima no peito) inicialmente, e esta localização sub muscular dos implantes requer de muito mais tempo para ser reparada que nos implantes submamários. Se espera que a principio se veja um pouco de esmagamento debaixo do busto. Isto leva um a dois meses em média, para que o tecido se estire e se suavize, e que assim os seios possam “arredondar” em seu sector inferior.

Incisões: existe uma grande variedade de métodos através dos quais o implante mamário pode ser inserido. A incisão pode ser realizada por debaixo do seio (infra mamária), na axila (transaxilar), ou ao redor da parte inferior de a aréola do mamilo (periareolar). O corte por debaixo do busto (infra mamário) é, provavelmente, o mais comum devido a muitos fatores. Primeiro, é um lugar que fica oculto. Finalmente, as cicatrizes infra mamárias em geral têm boa recuperação; a técnica da incisão foi praticada por muitos anos e continua sendo uma opção viável onde geralmente não se identificam complicações.

Quando comecei a pensar em aumentos mamários tomei conhecimento de estes riscos, e isto me fez pensar sobre possibilidades de aumento mamário naturais. Os aumentos de seios naturais são cada dia mais populares, já que cada vez mais as mulheres compreendem os problemas e desafios a longo prazo dos tratamentos cirúrgicos. Recomendo considerar todas as alternativas naturais e seguras para incrementar o tamanho de seus seios.

Recomendo que teste o sistema do livro “Como Aumentar Seu busto”, o primeiro em português que utiliza todas as alternativas naturais e seguras para incrementar o tamanho de seus seios, assegurando seu sucesso.

Clique Aqui

Você pode imaginar como mudaria sua vida com seios maiores?

PD: Este sistema oferece uma garantia total de 60 dias. Então, se não notar um aumento de seus seios, ou simplesmente não te agradar o sistema, te devolverão o total do dinheiro pago, sem fazer nenhuma pergunta. Você não tem nada a perder.

O que mais posso oferecer?

Clique Aqui

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.