Scroll Top

Esteatose Hepática – Definição, sintomas, tratamento e cura

Esteatose Hepática - Definição, sintomas, tratamento e cura

Esteatose Hepática – Definição, sintomas, tratamento e cura

Esteatose hepática é o acúmulo de gordura nas células do fígado, quadro que pode se agravar e trazer diversos problemas de saúde para o paciente, inclusive o desenvolvimento de uma cirrose.

Fatores como comida gordurosa, uso de bebidas alcoólicas e vida sedentária podem agravar a doença e contribuir para o desenvolvimento da cirrose.

 

O que causa a esteatose hepática

A esteatose hepática pode ser consequência de diversas situações, como:

 

Diagnóstico

O diagnóstico da esteatose hepática ou gordura no fígado pode ser feito por meio de exames de sangue que indiquem a elevação de enzimas no fígado, aumento do fígado e obesidade central, ou seja, aumento da região abdominal em relação ao quadril. Para confirmar o quadro de esteatose hepática, o médico especialista deve pedir algum dos seguintes exames:

  • Ultrassonografia;
  • Tomografia computadorizada;
  • Ressonância magnética;
  • Biópsia do fígado.

 

Sintomas

 

Esteatose hepática

Esteatose hepática

A esteatose inicial é assintomática, podendo se desenvolver por tempo prolongado até que o paciente se dê conta da doença. Em estágio avançado, é possível observar os seguintes sintomas:

  • Enjoo;
  • Vômito;
  • Dor e inchaço abdominal;
  • Icterícia (pele e olhos amarelados).

 

Tratamento

A esteatose ou gordura no fígado é uma doença irreversível, sendo possível apenas tentar eliminar o fator de desencadeamento da doença e controlá-la para que não evolua mais.

Pacientes que desenvolvem esteatose por causa da obesidade são orientados a eliminar comidas calóricas de sua dieta, privilegiando verduras, legumes, grãos integrais e carnes magras.

esteatose-hepática-figado-com-gordura

Fígado com Esteatose Hepática

 

A redução da gordura acumulada evita que o quadro de esteatose hepática ou fígado gorduroso se agrave, prolongando assim a qualidade de vida do paciente.

É indicado também a prática de exercícios físicos regulares, a fim de potencializar a perda de gordura localizada.

Para pacientes que desenvolvem a esteatose hepática alcoólica, ou seja, em decorrência do abuso de bebidas, é necessário eliminar o consumo de álcool por completo para que a doença não se agrave.

Para as demais causas de esteatose hepática é necessário uma avaliação por parte do médico, sendo necessário, em alguns casos, o uso de medicamentos para combater a doença.

Mas somente após um diagnóstico completo é que o especialista define qual o melhor tratamento.

 

Cura

A única possibilidade de cura para a esteatose hepática, se o quadro clínico da esteatose evoluir e pode evoluir, é o transplante de fígado, medida que se mostra bastante eficaz, tendo uma taxa de sobrevida superior a 90% dos casos de transplantados.

Atualmente existem cerca de 8.000 pacientes na fila de espera para realizar transplante de fígado no Brasil, estimando-se que cerca de 50% destes pacientes tenham essa necessidade devido à evolução das hepatites virais B e C.

Além disso, de acordo com o Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Hepatologia, 75% dos casos de problemas de fígado são decorrentes das hepatites.

O Hospital Albert Einstein, localizado em São Paulo, foi considerado o maior transplantador de fígado do mundo no ano de 2010, tendo realizado 198 transplantes no mesmo ano.

 

 

Prevenção

Para prevenir quanto a evolução para uma cirrose hepática é necessário ter em dia a vacinação contra a hepatite B, além de manter todas as medidas preventivas contra a hepatite A, hepatite B e hepatite C.

Quando já há o contágio por alguma das hepatites, é necessário realizar o tratamento adequado, respeitando-se as restrições indicadas pelo médico especialista.

Para pessoas saudáveis, recomenda-se o uso controlado ou abstenção de álcool, uso de medicamentos somente com indicação médica e não consumir drogas.

Links interessantes

Alternativas naturais para tratamento das doenças hepáticas

O

loading...

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.