Scroll Top

Estou com dor na gengiva, e agora?

Dor na gengiva

Estou com dor na gengiva, e agora?

 

 

A gengiva é uma parte importantíssima do corpo humano, porque funciona como uma “capa protetora” da mandíbula.

Está cheia de vasos e é composta por um tecido fibroso.

Mesmo sendo forte, é comum que elas comecem a doer e inchem um pouco, quando a saúde oral não vai tão bem assim.

É disso que este artigo vai tratar então fique atento às causas, sintomas e o que pode causar dor na gengiva.

Acompanhado da dor na gengiva, vem também o inchaço e o sangramento por qualquer coisinha, até de usar o fio dental.

Em alguns casos, ela pode inchar tanto que chega a cobrir uma porcentagem dos dentes.

 

 

As causas da dor na gengiva

 

O inchaço e dor nessa área da boca podem acontecer devido a uma gama de fatores, incluindo a:

  • gengivite,
  • gravidez,
  • desnutrição,
  • infecção,
  • reação a algum produto como o enxaguante bucal, por exemplo,
  • escorbuto e
  • trauma.

A gengivite é em sua essência, a inflamação das gengivas causada pela placa bacteriana.

A placa bacteriana é uma película viscosa e incolor que vai se formando logo depois que escovamos os dentes.

A placa se forma tanto nos dentes quanto nas gengivas, e a melhor forma de evitá-la é realizando uma limpeza oral eficiente todos os dias para evitar a dor na gengiva.

Para preveni-la, além de uma boa limpeza bucal diária, é bom manter a alimentação saudável, evitar os cigarros e ir ao dentista regularmente.

Todo mundo está suscetível a desenvolver uma gengivite e quanto mais você descuidar da boca, maiores será a probabilidade.

Durante a gravidez, a mulher sofre constantes mudanças nos níveis de hormônio e isso, por incrível que pareça, afeta também a saúde bucal podendo ter dor na gengiva.

Além disso a má alimentação que causa a desnutrição e infecções, também são fatores de risco e podem causar o inchaço e a dor nas gengivas posteriormente.

O escorbuto, que é uma doença causada pela falta de vitamina C no organismo, também é vilão quando se trata da saúde das gengivas.

O escorbuto já matou muita gente na era medieval, principalmente nas grandes navegações, e pode ser curado tomando uma boa jarra de suco de laranja – ou comendo uma boa porção de goji berry.

Portanto, nos dias atuais ele é bastante raro, mas ainda acontece.

 

Estou com dor na gengiva, e agora?

Estou com dor na gengiva, e agora?

 

Então não descuide da alimentação!

 

Existem alguns produtos para higiene bucal que em vez de ajudar, acabam atrapalhando.

…Enxaguantes bucais que contenham álcool são um bom exemplo disso.

O álcool literalmente queima a mucosa e ao invés de fazer mal apenas às bactérias, acaba fazendo mal para você também.

Por isso é importante consultar o dentista antes de fazer uso de qualquer produto além da pasta de dente tradicional e do fio dental.

O trauma é outra possibilidade.

Não necessariamente você precisa levar um soco ou um tapa para suas gengivas inflamarem…

…O simples hábito de usar dentadura ou mesmo o aparelho ortodôntico podem causar trauma nas gengivas.

Se isso acontecer, o melhor mesmo é procurar o dentista para que ele avalie o que está acontecendo e como resolver o problema.

 

 

O que fazer se estiver com dor na gengiva?

 

A primeira e mais importante dica é procurar um dentista, ou, no caso das crianças, um pediatra.

Porém, é bacana se preparar antes de chegar ao consultório.

Por isso, esteja pronto para ajudar o médico a diagnosticar o que você tem de forma mais rápida.

Prepare uma lista escrita ou mentalmente mesmo sobre tudo que vem acontecendo com as suas gengivas.

Por exemplo, se você foi morder uma maçã e viu sangue na fruta, informe ao médico.

Se bateu algum talher nos dentes, distraído na hora de uma refeição, informe também.

Todos os detalhes são importantes e ajudam no diagnóstico.

Outra coisa bacana para se fazer é dizer qual é o seu histórico médico.

Se você toma algum medicamento por exemplo, ou se já fez uma cirurgia ou tem alguma doença crônica.

Tudo isso pode influenciar no diagnóstico também.

O bom doutor vai fazer uma série de perguntas como:

se há sangramento,

quais são os outros sintomas,

se já teve problemas bucais antes,

se alguma atitude sua parece piorar a situação,

se escova os dentes com muita força.

…Enfim, essas e outras perguntas que vão ajudar o médico ou dentista.

 

Estou com dor na gengiva, e agora?

Estou com dor na gengiva, e agora?

 

Pode ser periodontite também, fique ligado!

 

A periodontite é a versão 2.0 da gengivite, digamos assim.

É o que acontece quando a gengivite é negligenciada.

A periodontite compromete todos os tecidos ao redor dos dentes, causando a retração das gengivas, reabsorção óssea, mobilidade e perda dos dentes.

Quando isso acontece, a inflamação gengival se intensifica e algumas substâncias da saliva se fixam na placa e aumentam a inflamação.

Isso facilita a formação da bolsa periodontal, que vai afastar a gengiva dos dentes

Consequentemente, favorecendo uma contaminação maior e a formação do tártaro.

 

 

Endocardite, cuidado com ela!

 

A endocardite bacteriana é uma complicação ainda mais grave da gengivite.

Alguns estudos apontam que as bactérias que entram na bolsa periodontal podem cair na corrente sanguínea e ir parar nas válvulas cardíacas.

Uma vez alojadas lá, elas podem atrapalhar a circulação do sangue e até o funcionamento do coração.

Então, vai esperar ainda quanto tempo para cuidar dessa gengivite aí?

 

 

Dica de vovó

 

A gente sabe que essas soluções caseiras não são o principal tratamento a recorrer, porém algumas “dicas de vovó” podem ajudar e funcionar como um complemento do tratamento especializado.

Então temos três dicas:

  • Camomila: o chá de camomila é famoso por suas propriedades calmantes, portanto quando a dor estiver muito intensa, faça um chá dessa erva, deixe esfriar, pegue três colheres de sopa e faça um bochecho, pelo máximo de tempo que conseguir. É provável que a dor amenize um pouco.
  • Sal na água: pegue um copo de água e adicione quatro colheres de sal. Segure essa solução na boca o máximo que aguentar, e depois cuspa. O sal ajuda a matar as bactérias e alivia as dores. Não custa tentar!
  • Bicarbonato: na hora de escovar os dentes, coloque um pouquinho – bem pouquinho mesmo – de bicarbonato na escova e escove normalmente. Ele vai ajudar a eliminar os germes da boca.

 

loading...

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

3 Comentários

  1. Bruna Souza disse:

    Eu coloquei aparelho faz algum tempo, e hoje de manhã ao beber água gelada, sentir uma dor no local do anel, e não foi em toda a gengiva só perto onde fica um dos anéis. Isso pode ser gengivite ou só sensibilidade?

  2. Nawaly disse:

    Olá,estou com muita dor na parte inferior da gengiva,perto dos dentes e o freio da língua,sangra bastante quando escovo os dentes,e dói muito,uma dor latejante,nao sei o que fazer tomei apenas um remédio de dor normal,dipirona.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.