Scroll Top

Gonorreia (Blenorragia) – Tratamento, sintomas e dicas

Gonorreia (Blenorragia) - Tratamento, sintomas e dicas

Gonorreia (Blenorragia) – Tratamento, sintomas e dicas

 

Gonorreia ou blenorragia é uma doença infectocontagiosa sexualmente transmissível…

…É causada pela bactéria NeisseriaGonorrhoeae, ou gonococo.

Essa bactéria costuma provocar uma infecção da uretra, próstata e útero, embora muitas mulheres sejam assintomáticas.

O período de incubação da gonorreia é bastante curto, aproximadamente uma semana ou menos (excepcionalmente um mês).

Os homens costumam apresentar sintomas mais frequentemente, são eles:

  • inflamação local,
  • infecção,
  • dor ou ardência ao urinar e uma
  • forte secreção purulenta, um
  • corrimento com pus.

Essa bactéria também pode se disseminar pela corrente sanguínea, causando úlceras na pele e atingindo articulações, o cérebro, faringe e olhos.

A prática do sexo anal e oral podem infectar essas áreas.

A gonorreia não tratada pode trazer diversas complicações.

Além de atingir diversos órgãos, ela pode causar a infertilidade do homem ou da mulher.

A gonorreia pode ocasionar uma complicação fatal quando acomete trompas, ovários e útero, causando uma doença inflamatória pélvica.

Mulheres grávidas também podem ter diversas complicações durante a gravidez, como também podem contaminar o feto no momento do parto normal.

 

 

Gonorreia – Diagnóstico e tratamento

 

A gonorreia tem um diagnóstico bastante barato (está disponível na maioria dos postos de saúde) e rápido.

O próprio exame clínico, descrição dos sintomas e a coleta do material diretamente da uretra do paciente, podem determinar a doença.

Informar ao médico sobre sua vida sexual é muito importante.

Como o ciclo de incubação dessa bactéria é curto, comunica-lo sobre a data da última relação sexual sem preservativo pode contribuir para o rápido diagnóstico.

A partir daí, o paciente deve submeter-se a um tratamento com antibióticos, como a azitromicina e outros.

O tratamento deve e precisa ter acompanhamento médico a fim de evitar-se recidiva da doença e consequente resistência da bactéria aos antibióticos.

Essa resistência normalmente ocorre devido a interrupção no tratamento feito pelo paciente por julgar-se curado ou pela auto-medicação.

É importante recordar que a gonorreia é em absoluta maioria dos casos, transmitida por via sexual.

Mesmo as pessoas assintomáticas, as que não apresentam sintomas da doença, podem transmitir-la.

O uso da camisinha é capaz de prevenir a doença, já que o risco de contágio ao relacionar-se com uma pessoa infectada pela bactéria da gonorreia, a NeisseriaGonorrhoeae é de 90%.

 

Links para você saber mais

 

http://www.activesearchresults.com/

loading...

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Jeirosse Jeronimo disse:

    o que facimo esse conoreia?

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.