Scroll Top

Hepatite B – Definição, sintomas, tratamento e vacina

Hepatite B - Definição, sintomas, tratamento e vacina

Hepatite B – Definição, sintomas, tratamento e vacina

 

Hepatite B é uma doença infecciosa inflamatória que atinge o fígado, deixando-o debilitado.

Ela é causada pelo vírus HBV, que pode ser transmitido de diversas formas:

  • Pelo contato com sangue contaminado;
  • Pelo contato com sêmen de pessoa que é portadora do vírus;
  • Pelo contato com secreções vaginais de pessoa portadora do vírus;
  • Por transfusão de sangue;
  • Por meio da relação sexual com pessoa portadora do vírus;
  • Por compartilhar objetos contaminados, como seringas, agulhas de tatuagem, alicates de cutícula, entre outros;
  • Na hora do parto, quando a mãe está doente e passa para o bebê.

 

 

Diagnóstico da hepatite B

 

O diagnóstico passa por diversos exames que verificam a presença de anticorpos no sistema imunológico da pessoa.

É preciso ainda detectar qual o tipo da doença, se crônica ou aguda.

Sintomas

 

Assim como a hepatite A, a B também pode ser assintomática, ou seja, não apresentar sintomas que alertem a pessoa para a doença.

Quando há sintomas, estes podem ser:

  • Perda de apetite;
  • Fadiga;
  • Febre baixa;
  • Dores musculares e articulares;
  • Náuseas e vômitos;
  • Icterícia (pele e olhos amarelados e urina escura).

Na hepatite B aguda, os sintomas desaparecem em semanas ou poucos meses.

Caso isso não ocorra e a pessoa continue doente por mais de seis meses, a doença é considerada crônica podendo levar à cirrose.

 

Hepatite B - Definição, sintomas, tratamento e vacina

Hepatite B – Definição, sintomas, tratamento e vacina

 

Tratamento

 

Para a maioria dos casos o tratamento consiste em repouso, alimentação saudável, ingestão abundante de líquidos e monitoramento periódico com exames de sangue.

Contudo, quando o quadro é de hepatite crônica, o paciente pode vir a tomar remédios que façam o controle da doença.

O melhor remédio para a b é a prevenção e a melhor prevenção é a vacina.

A vacina é fornecida gratuitamente pelo SUS com algumas restrições como a idade, portadores de outras doenças como o HIV.

A dica é: numa cidade de interior sempre há disponibilidade da vacina e que pode atender as pessoas que não se enquadram nas exigências do SUS… …Com uma boa conversa pode convencer os atendentes a aplicá-la.

Alguns estados, conscientes da necessidade de prevenção desta preocupante doença, já realizam campanhas anuais de vacinação.

O remédio usado para o tratamento da hepatite b é o interferon peguilado em associação com a ribavirina…

… São remédios de alto custo porém, distribuídos gratuitamente pelo SUS (já estão disponíveis novas drogas mais eficientes para o tratamento).

Em alguns estados do Brasil, conseguir tratamento pelo SUS não é tão fácil…

…Muitas vezes é necessário usar de meios judiciais (procurar o Ministério Público é a melhor alternativa para conseguir o tratamento pelo SUS).

O Ministério da Saúde possui um Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para o Tratamento da Hepatite Viral Crônica B e Coinfecções, o qual normatiza os procedimentos médicos a serem tomados em caso de incidência da doença, assim como os medicamentos indicados para cada caso.

Os medicamentos recomendados pelo MS para tratamento da hepatite B crônica são:

  • interferon-alfa,
  • interferon-alfa peguilado,
  • lamivudina,
  • tenofovir,
  • entecavir e
  • adefovir.

O uso dessa medicação anti-viral tem objetivo de reduzir o risco de avanço da doença.

Apesar da existência de tal protocolo, há relatos de pacientes que afirmam ter de entrar na justiça para conseguir o tratamento para hepatites por meio do SUS.

Dentre os estados que possuem tal problema, encontra-se o Paraná.

Cura

 

A hepatite B aguda possui cura, muitas vezes sendo rapidamente eliminada do organismo pelo sistema imunológico.

Contudo, o paciente deve tomar cuidados específicos por pelo menos seis meses após o diagnóstico, como não ingerir bebidas alcoólicas e manter uma alimentação saudável.

Nos casos de hepatite b crônica não há cura, somente controle e acompanhamento da doença.

Ela é considerada crônica quando persiste por mais de seis meses.

Prevenção

 

A prevenção da hepatite B deve ser feita por meio de cuidados básicos, como:

  • Usar preservativos durante as relações sexuais;
  • Não compartilhar objetos pessoais, como escovas de dentes, alicates de cutículas, lentes de contato, entre outros;
  • Tomar cuidado em ambientes compartilhados com pessoas portadoras do vírus, evitando contato com o sangue das mesmas;
  • Triagem nos bancos de sangue, realizando o teste sanguíneo em todos os doadores antes de encaminhar o sangue doado para hospitais.

 

Vacina

A vacina da hepatite B é aplicada a todas as crianças recém-nascidas e reaplicada mais duas vezes até que as crianças completem seis meses de idade.

Pessoas que convivem com pacientes que estejam com a doença também devem ser vacinadas, a fim de que a doença não se espalhe.

Vejam na reportagem do Fantástico o Dr. Drauzio Varella passando informações importantíssimas sobre a Hepatite.

Assista ao vídeo: 3 milhões de brasileiros têm hepatite B e C.

 

loading...

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. kenia costa disse:

    a hepatite b descoberta bem no inicio pode desaparecer ? meu marido descobriu a 3 meses ele tem o vírus que esta podemos dizer quieto fomos ao medico fez vários exames e eles dizeram que é só controlar que o fígado esta bem esta tudo certo só esta tomando remédio para colesterol e longe da bebida. fico preocupada tem cura. eu fiz exames e não tenho já tomei a vacina .gostaria de uma resposta

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.