Scroll Top

Hipertireoidismo: sintomas, diagnóstico e tratamento.

Hipertireoidismo: sintomas, diagnóstico e tratamento.

Hipertireoidismo: sintomas, diagnóstico e tratamento.

 

O hipertireoidismo é um distúrbio no qual a glândula tireoide apresenta um comportamento hiperativo…

…Produz hormônios em excesso causando desequilíbrio na harmonia corporal.

De acordo com as estatísticas do IBGE do ano de 2010, cerca de 15% da população brasileira vive com problemas na tireoide, sendo um deles o hipertireoidismo.

A glândula tireoide faz parte do sistema endócrino.

É responsável pela regulação dos hormônios produzidos no nosso corpo.

Ela fica na parte frontal do pescoço, um pouco abaixo da laringe.

A tireoide produz tiroxina e tri-iodotironina.

Estas substâncias têm como função, controlar como cada célula do organismo gasta a energia que dispõe.

Em outras palavras, a tireoide é uma das encarregadas pelo metabolismo.

O hipertireoidismo se trata de um período, seja curto ou longo, em que a glândula dispara a produção desses hormônios…

…Causando várias alterações no funcionamento corporal.

Alguns motivos que desencadeiam são:

  • a ingestão excessiva de iodo,
  • tumores benignos da tireoide ou da glândula pituitária,
  • doenças graves,
  • inflamação na glândula,
  • tumores nos testículos ou ovários e
  • inflamação pós-parto ou por contaminação viral.

 

Fatores de Risco do Hipertireoidismo

 

O velho quesito “família” também está presente nos fatores de risco…

…Então se alguém próximo da sua família tem ou já teve, fique esperto com a saúde.

Mais abaixo, vamos falar sobre os sintomas, não deixe de dar uma olhada e verificar se você está sentindo algum deles.

As mulheres também têm mais predisposição para desenvolver o hipertireoidismo, então a esse grupo, fica uma dica de atenção redobrada.

 

 

Sintomas do Hipertireoidismo

Os sintomas são muitos, e não necessariamente uma pessoa que esteja sofrendo com o hipertireoidismo vai apresentar todos eles.

A qualquer sinal, marque uma consulta com um endocrinologista para fazer os exames e começar o quanto antes o tratamento.

  • Súbita perda de peso
  • Aumento da frequência cardíaca (taquicardia)
  • Tremedeira nas mãos e nos dedos
  • Apetite voraz
  • Alteração no humor, como ansiedade, irritabilidade e nervosismo
  • Suor exagerado e intolerância a ambientes quentes
  • Alterações no período menstrual
  • Funcionamento do intestino alterado, com aumento na frequência de evacuações
  • A glândula costuma aumentar de tamanho, causando o bócio, ou então a presença de nódulos na tireoide
  • Cansaço constante e fraqueza muscular
  • Dificuldade para dormir
  • Afilamento na pele
  • Queda de cabelo e perda de força
  • Inquietação

Outros sintomas, um pouco menos comuns, são:

  • Crescem mamas nos homens
  • A pele fica constantemente fria e úmida
  • Diarreia
  • Hipertensão
  • Coceira em qualquer lugar do corpo
  • Náuseas e vômitos
  • Pulso sem regularidade
  • Os olhos podem ficar saltados
  • Rubor na pele

 

 

Diagnóstico do Hipertireoidismo

 

Como são muitos os sinais e sintomas, pode ser confundido com outras doenças…

…Logo, para chegar ao diagnóstico é necessário fazer alguns exames específicos.

O médico, provavelmente, vai começar com exames simples de rotina, os quais poderão revelar o aumento da glândula, os tremores, reflexos hiperativos e a alteração da frequência cardíaca.

A pressão arterial também é um sintoma mais geral e pode apresentar alterações durante os exames primários.

É provável que o endocrinologista faça perguntas sobre o histórico do paciente e da família também.

Os exames mais específicos são o teste de absorção de exame radioativo o exame de sangue para medir os níveis de hormônios na corrente sanguínea.

Dessa forma será possível encontrar vestígios da doença.

 

 

 

Tratamento do Hipertireoidismo

 

Existe uma série de tratamentos, isso porque o distúrbio tem várias escalas de gravidade dos sintomas e extensão.

Um dos tratamentos é baseado em medicamentos antitireoidianos.

Essas drogas reduzem quimicamente a produção de hormônios pela tireoide, e o nome mais usado é o metimazol.

No caso das mulheres grávidas ou que estejam amamentando, é preferível o uso do propiltiouracil (PTU).

A única contra indicação é que este segundo desencadeia alguns efeitos colaterais, então não se costuma usar a não ser com mulheres na situação referida acima.

As duas drogas ajudam a controlar o distúrbio e fazem com que a pessoa viva normalmente, mas elas não são capazes de curar.

Outro tratamento comum é a ingestão de iodo radioativo.

É uma maneira de curar, mas também de acabar com a sua glândula.

É um modo mais agressivo de lidar com o problema e provavelmente será necessário tomar comprimidos de hormônios tireoidianos para o resto da vida, a fim de manter os níveis hormonais satisfatórios.

Também existe a possibilidade de remover a glândula através de procedimento cirúrgico ou radiação, mas a pessoa também precisará tomar hormônios para sempre.

Medicamentos auxiliares para tratar da frequência cardíaca, suor excessivo e ansiedade podem ser usados…

…Afinal de contas esses sintomas são relativamente estressantes de aguentar todos os dias, principalmente quando a pessoa trabalha fora.

Esses medicamentos são ministrados até que o hipertireoidismo seja controlado.

Depois, é provável que eles deixem de aparecer.

 

 

Como conviver com o Hipertireoidismo

 

A qualidade de vida pode ser mantida sem qualquer dor de cabeça.

Depois de iniciado o tratamento, os sintomas cessam, mas é possível tomar algumas providências por si só para evitar maiores complicações.

Uma pessoa que tenha perdido muito peso pode procurar seu médico para que ele indique qual é a melhor forma de ganhar este peso de volta com saúde.

Não vá pirar e comer tudo o que vir pela frente; isso pode até interferir no tratamento.

Além disso, prefira uma alimentação balanceada, cheia de vitaminas, minerais, carboidratos de baixo índice glicêmico e proteínas.

O cálcio também é importante, porque fortalece a estrutura óssea.

No caso das proteínas, serão elas que trarão de volta a capacidade muscular do seu corpo, que como um dos sintomas, acaba perdendo força por conta do hipertireoidismo.

Como você viu neste artigo, o sistema endócrino é muito importante e qualquer distúrbio com algum de seus componentes pode acarretar em sintomas fortes pelo corpo todo.

Por isso fique de olho quando sentir algum dos sinais listados nos itens acima e procure logo um médico.

 

 

loading...

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.