Scroll Top

Osteofitose ou bico de papagaio : sintomas e diagnóstico

Osteofitose ou bico de papagaio : sintomas e diagnóstico

Osteofitose ou bico de papagaio : sintomas e diagnóstico

 

Osteofitose ou bico de papagaio é uma doença caracterizada pelo crescimento anormal de um osso ao redor das articulações das vértebras.

Isso acontece por causa do mau funcionamento do disco intervertebral, que tem como função amortecer o impacto entre os ossos.

É uma consequência da desidratação do disco, e quando isso acontece, as vértebras ficam mais próximas uma da outra e podem sofrer atrito.

Isso causa muita dor e consequências sérias para a saúde se não for tratado logo .

Ocorre uma compressão das raízes nervosas e se elas forem comprometidas, a pessoa corre o risco até de sofrer um dano permanente que vai impedi-la de se locomover normalmente.

O bico-de-papagaio trata-se, clinicamente, de um osteófito, uma forma que o organismo encontra para se defender do desgaste do disco.

Ele vai absorver a sobrecarga feita em cima das articulações e vai procurar estabilizar a coluna vertebral.

A doença acabou levando esse nome de bico de papagaio porque a deformação se assemelha a um bico recurvado.

A osteofitose atinge pessoas de idade mais avançada porque o desgaste é natural e crescente na proporção do envelhecimento.

Além dessas possibilidades, quem carrega muito peso no trabalho ou está muito acima do peso ideal para a altura, também pode ser acometido pela doença.

 

 

Causas da osteofitose ou bico de papagaio

 

Além da idade avançada, em que os discos vão se desgastando com o tempo, existe também uma predisposição genética para desenvolver a osteofitose.

A má postura, o sedentarismo e a obesidade, como já disse anteriormente, são outras causas prováveis.

É possível que traumas anteriores por causa de doenças reumáticas ou acidentes podem estar relacionados com o desenvolvimento da deformação.

 

Sinais e sintomas da osteofitose ou bico de papagaio

 

A dor é o sintoma principal.

Ela é bem forte e quase insuportável; em consequência disso, o indivíduo perde força muscular e passa a se locomover com muita dificuldade, isso quando consegue se mexer.

Em alguns casos as pessoas costumam relatar a sensação de formigamento.

A recomendação mais interessante em momentos de crise na dor é deitar a pessoa em uma superfície reta, colocá-la em posição fetal e apoiar a cabeça e os braços em travesseiros.

Esta é a posição mais confortável possível.

 

 

Diagnóstico da osteofitose ou bico de papagaio

 

O médico provavelmente vai pedir o histórico clínico tanto do paciente quanto da família, para avaliar a predisposição genética e demais fatores de risco.

Esses são os elementos mais simples; os exames mais usados para o diagnóstico completo são os de imagem: raio X, tomografia computadorizada e ressonância.

Assim o médico poderá avaliar a gravidade da situação e indicar o melhor tratamento.

 

 

Tratamento do bico de papagaio

 

Infelizmente, uma vez que o disco intervertebral fica comprometido, é impossível recuperá-lo.

Para a dor, o ortopedista vai receitar medicamentos orais ou injetáveis, dependendo de como estiver a dor.

São os analgésicos e anti-inflamatórios – eles vão aliviar a dor mas não resolverão o problema.

É preciso cumprir sessões de fisioterapia e rotinas diárias de exercícios para reverter a situação da melhor forma possível.

Essas práticas vão ajudar a corrigir o problema da postura, brecar a continuidade da doença  e controlá-la.

Siga corretamente as recomendações do médico, e assim você poderá continuar a vida normalmente.

Não se esqueça que os exercícios têm uma importância fundamental para a sua saúde, então drible a preguiça e comece o quanto antes, com o acompanhamento médico necessário.

Simples exercícios que não dependem de esforço físico, resultam em alívio das dores e extrema melhora na qualidade de vida de quem possui algum problema na coluna.

Você pode querer experimentar esse tratamento gratuito com exercícios em vídeos. Click Aqui!

 

 

Cirurgia do bico de papagaio

 

Uma intervenção cirúrgica só será indicada se houver indícios de desalinhamento progressivo da coluna ou então de distúrbio neurológico.

São problemas que não podem passar direto, então somente nesse caso o médico vai encaminhar o paciente para a cirurgia.

Apesar de parecer que a cirurgia resolveria o problema dos casos mais tranquilos, é importante ressaltar que qualquer cirurgia traz consigo uma porcentagem de risco para o paciente.

A coluna vertebral é, ao mesmo tempo, um dos locais mais fortes e frágeis do corpo humano.

Mexer com ela é só em casos extremos mesmo.

Porém, se o seu caso for para cirurgia, não se desespere.

A medicina está cada dia mais avançada, e seu médico sabe o que está fazendo.

Mantenha a calma e saiba que quanto mais nervoso ou nervosa você ficar, mais difícil será o procedimento…

…Tanto para o cirurgião quanto para a sua experiência pessoal e posterior recuperação.

 

Osteofitose ou bico de papagaio : sintomas e diagnóstico

Osteofitose ou bico de papagaio : sintomas e diagnóstico

 

Prevenção do bico de papagaio

 

A prevenção de toda e qualquer doença trata-se das atitudes corretas que tomamos no nosso cotidiano antes que a enfermidade apareça.

A alimentação balanceada e os exercícios físicos pelo menos três vezes por semana bastam para evitar problemas no corpo inteiro… Desde:

  • questões com os órgãos até
  • problemas na pele,
  • músculos,
  • doenças  crônicas – hipertensão e diabetes por exemplo -,
  • obesidade,
  • câncer e muitas outras, que não podemos nem contar.

Enfim, comer direito e praticar exercícios não faz mal para ninguém, só bem.

Para o bico de papagaio, a má postura e o sedentarismo no caso das pessoas mais jovens são os maiores vilões.

Então, dê um jeito de se policiar no quesito postura, principalmente se tiver o costume de se sentar encurvado – e se ficar a maior parte do dia sentado.

Prestar atenção ao índice de massa corpórea (aquele que indica qual é a média de peso ideal para a sua altura)…

…Porque ele indica os níveis de nutrição entre abaixo do peso, peso normal, sobrepeso e obesidade.

Os exercícios físicos que mais são recomendados para prevenir a osteofitose ou bico de papagaio são os que têm pouco impacto.

Entre eles se encaixam natação, hidroginástica, bicicleta e alongamento.

Esse último inclusive é um dos melhores, porque alonga os músculos da coluna também.

Então, para prevenir esse tipo de mal que não tem uma cura plena…

 

 

…A melhor solução é mudar de hábitos.

 

Não é uma tarefa fácil e requer força de vontade no início, mas pense em todos os benefícios que essas mudanças vão trazer para a sua vida.

Tente esse mini-curso gratuito.

Eu não vou dizer que esse pequeno curso é incrível, porque você irá perceber o alívio que ele trará assim que começar a praticar.

Isso te dará a força necessária.

 

loading...

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.