Tudo que você precisa saber sobre extração do siso

Tudo que você precisa saber sobre extração do siso

Extração do siso – Suas dúvidas respondidas

A extração do dente do siso traz muitas dúvidas, e entender mais sobre esse assunto é essencial para saber como proceder e o que esperar do procedimento

 O dente do siso, também conhecido como dente do juízo ou terceiro molar, é um assunto temido por muitos de nós. Afinal de contas, ainda que seja um dente como os outros, ele conta com algumas particularidades que devem ser observadas.

Muito se fala sobre a extração do siso, mas será que ela é necessária para todos? Quando é a melhor hora para isso? É preciso esperar até sentir dor para remover? Com quantos anos ele costuma aparecer?

Se você tem essas ou outras dúvidas, fique tranquilo, pois está no lugar certo! Agora, você vai aprender tudo o que precisa saber sobre esse dente.

 

Aprenda tudo sobre o dente do siso

Para ficar mais prático, vamos separar os tópicos pelas dúvidas. Assim, você conseguirá entender mais facilmente aquilo que precisa.

 

Quando os dentes do siso nascem?

Isso varia muito de cada pessoa. Porém, eles são os últimos dentes a nascerem, o que acontece, geralmente, entre os 16 e 20 anos, quando a arcada dentária já está completamente formada.

Pode ser, porém, que o dente do siso nasça antes para algumas pessoas, depois para outras e até mesmo que não nasça, o que é um reflexo direto da evolução, já que ele é um dente que não possui uma finalidade tão importante quanto os outros.

 

Por que são chamados de dentes do juízo?

Exatamente pelo período de tempo em que eles aparecem. Como não nascem na infância, e sim na adolescência, então é uma época que as pessoas já são, em tese, mais ajuizadas. Por isso, ele foi rotulado de dente do juízo.

 

Quantos são os dentes do siso?

No total, são 4 dentes do siso: dois superiores e dois inferiores, que ocupam a posição mais extrema da arcada dentária.

 

Sempre é necessário remover os dentes do siso?

Depende. O desenvolvimento do siso nem sempre é igual para todas as pessoas. Por isso, é essencial passar por uma consulta com um cirurgião dentista, que fará uma análise de cada caso, mediante a realização de uma radiografia panorâmica, caso necessário.

 

O siso pode prejudicar os demais dentes?

Sim. É bem comum que o aparecimento do siso possa influenciar nos outros dentes, já que ele pode “empurrar” a arcada dentária e deixar os dentes tortos ou sobrepostos, o que geralmente é conhecido como dente encavalado.

Por isso é tão importante passar pela consulta com um cirurgião dentista, para verificar se o desenvolvimento do siso será prejudicial aos outros dentes.

 

Quem usa aparelho ortodôntico precisa extrair o siso?

Na maioria das vezes, sim. Já que o desenvolvimento do terceiro molar pode atrapalhar os demais dentes e, consequentemente, prejudicar o tratamento.

 

A extração do siso é mais complicada que a de outros dentes?

Sim. Isso acontece por causa da posição do dente do siso, que fica no fundo da boca e, consequentemente, apresenta mais dificuldades para que seja removido. Além disso, também existe outro fator complicador, que é a possibilidade de ele nascer torto ou na horizontal.

Por isso, a cirurgia é um pouco mais complicada. Mas o avanço da tecnologia odontológica dá plenas condições de que o procedimento seja feito com segurança.

 

A retirada do dente do juízo dói?

Não. O procedimento é realizado mediante a administração de uma anestesia local, de modo que não se sinta dor e que o paciente fique muito mais tranquilo.

Pode ser que você sinta um leve incômodo durante a remoção, já que se trata da remoção de um dente com o uso dos devidos equipamentos. Mas, isso não quer dizer que sentirá dor.

 

Quando um dente do siso é retirado, todos os outros também serão?

Não necessariamente. Tudo depende da forma com que eles nascerão e se eles prejudicarão e causarão dores ou não.

Porém, é comum que se retirem os dentes antagonistas, ou seja, se o terceiro molar superior esquerdo tiver sido removido, então recomenda-se a remoção do superior direito também.

 

É preciso esperar pelo completo desenvolvimento do siso para sua remoção?

Não. Geralmente, seu aparecimento na gengiva é o momento em que você pode começar a sentir mais dor. Mas, por meio de uma radiografia panorâmica, já é possível identificar sua presença antes de ele aparecer e retirá-lo para evitar problemas futuros.

 

A recuperação da cirurgia de extração do siso é simples?

Sim. Por mais que se trate de uma cirurgia mais complexa, a recuperação não é tão complicada. Isto é, desde que se siga aquilo que o cirurgião dentário tiver recomendado.

Basicamente, você deve evitar comer alimentos muito quentes e que exigem mais mastigação. Prefira sopas frias, iogurtes, queijos, sorvetes e gelatinas, já que eles ajudarão na cicatrização.

 

Enfrente a retirada do dente do siso com tranquilidade

Depois de todos esses esclarecimentos, ficou muito mais fácil entender como funciona a cirurgia para a extração do siso. Agora você sabe quem deve recorrer a ela e quando é o melhor momento, bem como várias dicas e curiosidades sobre o assunto.

Sempre que você precisar recorrer a esse procedimento, conte com um cirurgião dentista experiente e altamente capacitado, que utilize apenas produtos odontológicos de excelente qualidade e possa proporcionar os melhores resultados para a sua saúde dental.

Extração do siso

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 + 9 =

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Your SEO optimized title page contents