Tricomoníase – Sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção.

Tricomoníase - Sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção.

Tricomoníase – Sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção.

 

A tricomoníase é uma infecção causada pelo protozoário Trichomonas vaginalis, que habita o trato geniturinário tanto de homens quanto de mulheres, causando diversos problemas.

Esta doença pode ser chamada também de tricomoniose ou tricomonose, e infecta mais de 170 milhões de pessoas todos os anos.

 

 

[fb_button]

Causas  da tricomoníase

 

A tricomoníase é uma Doença Sexualmente Transmissível – DST, sendo transmitida tanto de homens para mulheres quanto vice-versa.

Ela ainda pode ser adquirida pelo uso de roupas íntimas alheias infectadas, roupas de cama e toalhas de banho compartilhadas, assento sanitário e instrumentos ginecológicos não esterilizados.

O Trichomonasvaginalis provoca lesão do epitélio vaginal, facilitando a instalação de outras doenças sexualmente transmissíveis, como herpes, HPV, gonorreia e clamídia.

 

 

[fb_button]

SINTOMAS

 

O período de incubação da doença varia de 4 a 28 dias, podendo até ser maior do que isto, o que dificulta a determinação do período em que houve a contaminação.

Sendo assim, cabe aos parceiros sexuais realizar o tratamento sem pré-julgamentos sobre quem contaminou quem.

 

 

Nas mulheres a tricomoníase apresenta sintomas bastante característicos, como:

  • Edema na vagina;
  • Manchas avermelhadas na vulva;
  • Corrimento branco amarelado com odor desagradável parecido com cheiro de pus;
  • Prurido intenso, como pus;
  • Dor ao urinar e durante a relação sexual.

 

Tricomoníase - Exame ginecológico - SaúdeSublime

Tricomoníase – Exame ginecológico – SaúdeSublime

 

Nos homens, em geral a tricomoníase é assintomática, ou seja, não apresenta sintomas característicos. No entanto, em alguns casos, pode apresentar:

  • Dor ao urinar;
  • Uretrite;
  • Inflamação na próstata;
  • Prurido semelhante a pus.

 

 

[fb_button]

DIAGNÓSTICO

 

O diagnóstico da tricomoníase se dá por meio de exames laboratoriais realizados com amostras de secreção da vagina ou do pênis, havendo também a possibilidade de detecção por meio de exame de urina.

Caso o exame laboratorial seja inconclusivo, é possível realizar o exame Papanicolau para corroboração do diagnóstico.

 

 

[fb_button]

TRATAMENTO

 

O tratamento da tricomoníase é realizado por meio de medicamentos específicos, normalmente o metronidazol, também conhecido como Flagyl.

Todos os parceiros sexuais devem realizar o tratamento concomitantemente e usar preservativos durante a relação sexual para evitar a reinfecção, pois em 70{cd5cce714008e583051aa84e338332528db81711f13daf38c36d3c83e42f5401} dos casos, o parceiro também está contaminado pelo protozoário.

 

 

 

CURA

 

A tricomoníase é altamente curável, superando a marca de 90{cd5cce714008e583051aa84e338332528db81711f13daf38c36d3c83e42f5401} dos pacientes, no entanto, o paciente continua sendo sujeito a contrair a infecção por mais de uma vez, caso as ações preventivas não sejam levadas a sério.

 

 

[fb_button]

Prevenção

 

A prevenção à tricomoníase se dá basicamente pelo uso de preservativos nas relações sexuais e pelo não compartilhamento de objetos e vestimentas, já que há a possibilidade de contaminação dos tecidos.

A correta higiene genital também é fundamental para evitar a proliferação deste e de outros agentes nocivos à saúde genital.

 

 

Informações importantes.

 

A tricomoníase é responsável por aproximadamente 15{cd5cce714008e583051aa84e338332528db81711f13daf38c36d3c83e42f5401} dos corrimentos genitais infecciosos na população.

Sua identificação e tratamento são essenciais, pois estudos comprovaram que o Trichomonasvaginalis favorece a transmissão do HIV e pode causar infertilidade se não tratado a tempo.

[fb_button]

 

DST e Aids- Conheça e previna-se

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

93 Comentários

  1. Jacqueline s. disse:

    Ola, boa tarde
    Estava apresentando dor ao urinar e voltava várias vezes ao banheiro e quando urinava era muito pouco, enfim fui a farmácia e comentei a farmacêutica me rteceitou um anti fungico,anti inflamatório, antibiótico e nistatina agora estou só no antibiótico e nistatina, indo ao banheiro hje notei a presença de uma bolinha branca saindo junto com o xixi o que poderia ser?

  2. Rejania disse:

    Oi boa tarde! Eu sempre apresento esse sitoma de candidíase.mais depois da mestruação, já fiz de todo, até vacina já tomei, mais vai é volta, queria uma solução!

  3. Fabi Silva disse:

    Estou com um corrimento esverdeado, odor muito forte, for o urinar e ínguas. Vejo manchas vermelhas em meio ao corrimento, tipo sangue. Oque pode ser?

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Your SEO optimized title page contents